Tratamento da hepatite C com os medicamentos orais está associado a uma melhora significativa e sustentada do diabetes

206

Voltar

Tratamento de pacientes infectados de hepatite C com os novos medicamentos orais e, que também têm diabetes, resulta, além da cura da hepatite C em melhora significativa e duradoura do diabetes, de acordo com estudo apresentado no 27º Congresso Científico da AACE – American Association of Clinical Endocrinologists.

Especificamente, os pacientes com diabetes e hepatite C que foram tratados com sucesso da hepatite C com os medicamentos orais alcançaram uma redução clinicamente significativa, superior a 0,5% na HbA1c (hemoglobina glicosilada).

Os pesquisadores identificaram retrospectivamente 122 pacientes com HbA1c média de 6,5% que foram tratados com sucesso para hepatite C no Boston Medical Center entre 2012 e 2017.

O HbA1c, os níveis de diabetes e doses de medicamentos para controle do diabetes para esses pacientes foram registrados em intervalos de 6 meses e mais de 1,5 anos antes e após o tratamento da hepatite C. Considerou-se que os pacientes apresentavam melhora significativa no diabetes quando ocorria uma redução absoluta na HbA1c de mais ou menos 0,5% sem um aumento na intensidade na dosagem da medicação para controle do diabetes ou uma diminuição na intensidade desse regime com HbA1c estável (superior a 0,5% mudança absoluta).

Os pesquisadores descobriram que a média de HbA1c dos pacientes foi de 8,4% ± 2,0% antes do tratamento versus 7,9% ± 1,8 após o tratamento (diferença, 0,5%).

Embora 66% dos pacientes não tenham apresentado melhora no diabetes com a erradicação da hepatite C, 10% dos pacientes apresentaram melhora, mas não sustentaram, e 24% tiveram melhora sustentada.

Os fatores associados à melhora do diabetes incluíram o uso de pelo menos 1 medicação diabética (mais prevalente no grupo de pacientes que melhorou) e insulina (87,2% versus 38,0% nos grupos que melhoraram e não melhoraram, respectivamente).

Conclui o autor que a mudança na HbA1c e a intensidade da medicação para diabetes, a melhora na diabetes foi observada em um terço dos pacientes, aproximadamente três quartos dos quais mantiveram a melhora em pelo menos 1 ano de acompanhamento, observando que o maior benefício ocorreu em pacientes que eram dependentes de insulina.

Fonte: Treatment of Hepatitis C With Direct-Acting Antiviral Therapy Is Associated With a Meaningful and Sustained Improvement in Diabetes – American Association of Clinical Endocrinologists –  27 Anual AACE Scientific & Congress – Amir Gilad – Abstract 1206.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação médica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte:
WWW.HEPATO.COM

O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO

 

 

Compartilhar