O que deve comer alguém com hepatite crônica?

3590

Voltar

Provavelmente ficará surpreso ao saber que não há nenhuma dieta recomendada para quem tem hepatite, pois não há muita diferença entre uma dieta saudável para alguém com hepatite e alguém sem hepatite. A exceção é para pessoas com cirrose, esses sim devem ter uma dieta especial. Na seção Dietas e Alimentação da nossa página WWW.HEPATO.COM se encontram conselhos na alimentação para pessoas com cirrose.

Em 2003 quando escrevi o livro “Convivendo com a Hepatite C” recomendava seguir a dieta da linha invisível do organismo, isto é, diminuir ou excluir aquilo que o organismo indica que não “caiu redondo”. Exemplo, se após uma refeição a pessoa se sente pesada, enjoada, pode ser que algum dos alimentos da refeição não é corretamente digerido ou metabolizado, então o desafio passa a ser qual dos alimentos que tinha a refeição é o culpado. A solução é simples, comer isoladamente um desses alimentos de cada vez e “escutar” o que seu corpo tem a falar. Identificado qual é, então retire ele da sua dieta ou diminua o consumo.

Uma dieta saudável deve conter as calorias suficientes para o organismo. Você pode comer menos e se sentir satisfeito, mas em alguns dias o organismo sentirá a falta de calorias e começara a queimar as reservas do organismo, podendo levar a um quadro de anorexia.

Carnes, leite, nozes e queijos são boas fontes das necessárias proteínas que o organismo necessita para uma boa saúde. Pessoas com hepatite devem desfrutar ao comer quantidades moderadas de proteínas, sem se preocupar, mas sem abusar na quantidade. Enquanto o fígado está a funcionar corretamente, a proteína não deve ser um problema, no entanto a proteína é ruim para pessoas com cirrose avançada.

Uma boa nutrição significa que você estará recebendo os nutrientes que precisa (vitaminas, minerais, proteínas, gorduras, carboidratos, fibra) a partir dos alimentos que você come. A qualidade e tipos de alimentos são importantes: frutas e vegetais frescos, carnes magras (frango, peru, carne de porco) e cereais integrais (cevada, arroz integral, pães de trigo integral e farinha de aveia).

Fale com o médico para medir os níveis de vitaminas A, D e E e também para verificar o tempo de coagulação do sangue. Se não conseguir níveis normais com a dieta o médico poderá indicar algum suplemento.

Consuma refeições com baixo teor de gordura. O fígado produz a bílis com a função de absorver as gorduras, mas um fígado atacado pela hepatite pode não estar produzindo a quantidade suficiente de bílis e você pode sofrer indigestão.

É altamente recomendado fazer refeições pequenas umas cinco vezes ao dia, que ficar somente com o café da manhã, almoço e jantar em quantidades maiores.

Ajude o fígado evitando bebidas alcoólicas (o álcool acelera a progressão para a cirrose). Somente utilize medicamentos consultando o médico, nunca se automedique. Evite fumar, o tabaco aumenta a fibrose.

Junto com a nutrição adequada é essencial para uma boa saúde nas pessoas com hepatite realizar uma atividade física aeróbica, o ideal é cinco dias por semana durante 30 minutos a cada dia, se possível tomando um pouco de sol para aumentar a vitamina D no organismo.

 

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.


Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.


Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM


O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO

Compartilhar