No Brasil estamos indo muito bem na hepatite C, mas não podemos falar o mesmo quando o assunto é hepatite B

322

Voltar

Segundo a Organização Mundial da Saúde, Brasil é um dos nove países que estão fazendo tudo corretamente para eliminar a hepatite C, mas na hepatite B ainda estamos praticamente sem nada a mostrar.

Não se sabe exatamente quantos brasileiros estão infectados com hepatite B crônica, sendo estimado que o número seja similar ao de pessoas com HIV/Aids, um pouco menos de 1 milhão, mas enquanto no HIV/Aids 474.000 estão em tratamento, na hepatite B somente 28.000 recebem tratamento.

A hepatite B deve passar a ser uma prioridade de saúde pública no Brasil. O pequeno número de infectados em tratamento não é sequer uma situação que pode ser considerada sub-otima, ela é péssima, um número que não podemos mostrar ao mundo para não passar vergonha.

É necessário aumentar a testagem para encontrar os infectados com hepatite B e ao mesmo tempo aumentar a vacinação entre os adultos. A vacina está disponível gratuitamente em todos os postos de saúde para pessoas de qualquer idade, mas somente existe uma boa cobertura até a faixa dos 18 anos. A baixa cobertura de vacinação entre os adultos exige uma reconsideração na estratégia para atingir esse público.

Sei que vou ser criticado por mostrar o problema, mas é necessário alertar a dramática situação da hepatite B. Não podemos ficar calados ignorando o problema.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.


Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.


Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM


O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO

Compartilhar