Conhecendo os quatro medicamentos que estão em registro na ANVISA e poderão fazer parte do protocolo de tratamento da hepatite C em 2018

742

Voltar

27/11/2017

– Zepatier® (elbasvir e grazoprevir) é um medicamento da MERK (MSD) indicado para o tratamento da hepatite C nos genótipos 1 ou 4 em tratamentos de 12 ou 16 semanas de duração com ou sem ribavirina, utilizando 1 comprimido ao dia.

Após 12 semanas do fim do tratamento entre 94% e 97% dos infectados com o genótipo 1 resultaram curadas e entre os infectados com o genótipo 4 a cura ficou entre 97% e 100%.

Em infectados com o genótipo 1-a nunca antes tratados ou não respondedores a um tratamento anterior com interferon/ribavirina que não apresente o polimorfismo de base NS5A o tratamento é de 12 semanas. Encontrado o polimorfismo de base NS5A o tratamento deve ser de 16 semanas.

Em infectados com o genótipo 1-b nunca antes tratados ou não respondedores a um tratamento anterior com interferon/ribavirina não é necessário determinar o polimorfismo de base NS5A e o tratamento é de 12 semanas. Se o paciente com genótipo 1-b é não respondedor a um tratamento que utilizou boceprevir ou telaprevir o tratamento é de 16 semanas combinando também com ribavirina.

Zepatier® não é indicado para tratamento de doentes com insuficiência hepática moderada ou grave (Child-Pugh B ou C).

– Harvoni® (sofosbuvir e ledipasvir) é um medicamento da Gilead indicado para tratar infectados com os genótipos 1, 4, 5 ou 6 da hepatite C com ou sem cirrose compensada.

Em infectados nunca antes tratados com qualquer antiviral, com níveis mais baixos de vírus no corpo (Menos de 6 milhões de UI por mL) o tratamento é realizado em oito semanas com possibilidades de cura de 97%.

Em infectados com o genótipo 1 com cirrose compensada nunca antes tratados o tratamento é de 12 semanas com possibilidades de cura de 94% e se já receberam tratamento com qualquer antiviral o tratamento é realizado em 24 semanas, com possibilidade de cura de 97%.

– Epclusa® (sofosbuvir e velpatasvir) é um medicamento de pílula única, pan-genótipo, para tratamento dos genótipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 em tratamentos de 12 semana de duração.

Em tratamentos de 12 semanas, sem utilização da ribavirina, em pacientes sem cirrose, nunca antes tratados ou não respondedores a um tratamento anterior as taxas de cura foram de 98% no genótipo 1-a; de 99% no genótipo 1-b, de 99,5% no genótipo 2; de 95% no genótipo 3; de 100% no genótipo 4; de 95% no genótipo 5 e de 100% no genótipo 6.

Em tratamentos de 12 semanas, com utilização da ribavirina, em pacientes com cirrose descompensada, nunca antes tratados ou não respondedores a um tratamento anterior as taxas de cura foram de 94% no genótipo 1-a; de 100% no genótipo 1-b, de 100% no genótipo 2; de 85% no genótipo 3; de 100% no genótipo 4.

– Maviret® (glecaprevir e pibrentasvir) é um medicamento da Abbvie, devem ser tomados três comprimidos ao dia junto com alimentos, pan-genótipo, para tratamento dos genótipos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 em tratamentos de 8 semanas para infectados sem cirrose e de 12 semanas de duração para infectados com cirrose.

A taxa de cura nos infectados com os genótipos 1, 2, 4, 5 e 6, em infectados nunca antes tratados e infectados não respondedores a um tratamento anterior, apresenta possibilidades de cura de 99%.

A possibilidade de cura no genótipo 3 foi de 96% em pacientes nunca antes tratados e nos infectados não respondedores a um tratamento anterior é de 96%. Infectados com o genótipo 3 não respondedores a um tratamento antiviral anterior, com ou sem cirrose, devem ser tratados durante 16 semanas.

Possibilidade de cura de 97,5 por cento em oito semanas de tratamento de pacientes sem cirrose, nunca antes tratados com qualquer antiviral.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com

 

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

 

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

 

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.

É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM

 

O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO

 

Compartilhar