Situação atual da compra de medicamentos para hepatite C (em 02/09/2018)

696

Voltar

Nenhuma novidade em relação à semana anterior.  Estamos atentos e seguindo os movimentos e divulgaremos qualquer novidade.

Até que a situação não estiver totalmente definida (são muitas as idas e vindas que acontecem a todo momento)  não vamos divulgar matérias referentes a tratamentos da hepatite C, já que não adiantará divulgar os avanços na medicina que não serão aplicados no Brasil caso seja obrigatório tratar todos com sofosbuvir/daclatasvir.

Hoje poderíamos estar divulgando um ensaio clínico sobre o tratamento em crianças que acaba de ser publicado na Hepatology mostrando a cura de 99% das crianças utilizando a combinação levispasvir/sofosbuvir (Harvoni®) em tratamento de 12 semanas, mas, como o medicamento foi retirado do protocolo, as crianças entre 6 e 12 anos deverão sofrer realizando o tratamento com interferon peguilado e ribavirina durante 48 semanas

Isso é possível? Porque condenar nossas crianças ao sofrimento e, ainda, com menor possibilidade de cura da hepatite C?

(Fonte: Murray KF, Balistreri WF, Bansal S, et al. Safety and efficacy of ledipasvir-sofosbuvir with or without ribavirin for chronic hepatitis C in children ages 6–11 [published online August 2, 2018]. Hepatology. doi: 10.1002/hep.30123)

Vamos torcer, vamos rezar, para que o bom senso retorne ao Departamento IST/Aids/Hepatites e em todo o ministério da saúde e possa ter diversas opções de tratamento, seja com medicamentos genéricos ou de marca.

Explicando porque faltam os medicamentos para tratamento da hepatite C

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação médica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte:
WWW.HEPATO.COM

O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO

Compartilhar