Carta de apoio e reivindicações nas ações nas Hepatites ao Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis

324

Voltar

Em nome das associações que compõem a AIGA – Aliança Independente dos Grupos de Apoio e do MBHV – Movimento Brasileiro das Hepatites Virais recebam inicialmente nossas sinceras congratulações já que ao completarmos o primeiro ano da nova gestão hoje as hepatites estão sendo realmente implementadas nas três esferas do poder. Mas também apresentamos nossas críticas e reivindicações mais urgentes, listadas, entre tantas outras, ao final desta carta.

Por que agradecemos? Porque é necessário comemorar o aumento exponencial de tratamentos distribuídos para hepatite C, passando de 16.000 em 2018 para mais de quarenta e oito mil em 2019. Porque após sete anos finalmente os medicamentos passam para a grade de estratégicos e porque foi solucionada a falta do entecavir.

Mas, também, o movimento das hepatites tem reivindicações necessárias para atingir metas focadas que impactem positivamente na vida das pessoas, a saber:

– Realização já no início do ano do Pregão para compra de 50.000 tratamentos para hepatite C;

– Maior transparência na gestão, socializando com as ONGs de hepatites todas as Notas Técnicas, Portarias e Notícias enviadas as coordenações;

– Publicação mensal da Grade de Distribuição dos medicamentos e testes rápidos, para que seja possível o controle social pela sociedade civil.

– Incorporação urgente do TAF – Tenofovir Alafenamide no PCDT da hepatite B;

– Maior integração com as ONGs, fornecendo os contatos atualizados das coordenações estaduais e municipais de hepatites.

Finalizando, o maior anseio das associações de pacientes que lutam pelas hepatites é ter no Departamento uma equipe com profissionais que transformam nossos sonhos em realidade e até esse momento, a atual tem contemplado a contento.   Obrigado pela dedicação e empenho, pois o esforço é fundamental para que os nossos objetivos sejam alcançados.

Juntos podemos vencer as hepatites!

Brasil, 08 de janeiro de 2020

Carlos Norberto Varaldo

Presidente da AIGA – Aliança independente dos grupos de apoio pelos Direitos Humanos e Controle Social nas Hepatites

Neide Barros da Silva

Presidente do MBHV – Movimento Brasileiro das Hepatites Virais

 

 

.

Compartilhar